Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, BENFICA, Mulher, Portuguese, Spanish, Arte e cultura, Livros, Música, teatro de rua, circo, histórias
MSN - ciacatirina@hotmail.com



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 PALAVRA NA FOTO!
 CIA. CATIRINA DE PESQUISA E PRODUÇÃO
 AS CATIRINAS - Uma comédia tradicional popular!
 Cia. Catirina - Blog 1
 JOSY MARIA - My Space
 Banda Dona Zefinha
 Cia. Carroça de Mamulengos
 Fundação Casa Grande - Memorial do Homem Kariri
 ATELIÊ DA PALAVRA - Produções Literárias...
 Lenice Gomes - escritora
 CORDÃO DE HISTÓRIAS - Encontro de Narradores Tradicionais do Ceará
 RODA DE HISTÓRIAS


 
Ateliê da palavrA - Cia. Catirina de Pesquisa e Produção


DEPOIMENTOS DE PARTICIPANTES DO EVENTO:

Depoimentos dos participantes latinos:

 

“La presencia de los contadores de historias brasileros en el encuentro de contadores de historias y leyendas que se realiza en Buga, Colombia ha sido siempre positiva, porque el objetivo de su trabajo se ciñe a uno de los objetivos de este evento de oralidad, cual es poner a la narración oral al servicio de la preservación de la identidad cultural.

 

La Compañía Catirina/Atelie de la palabra, cumple con este compromiso, porque además de ocuparse del relato oral popular, también se ocupa de la difusión de la música popular, creando de esa manera un componente adicional,  que ayuda a fortalecer la preservación de la identidad cultural brasilera.

 

Soy por eso de la opinión de que el movimiento de narración oral más importante que existe en América Latina es el que se adelanta en Brasil, porque es donde más se ha tomado en cuenta el relato tradicional como punto de partida para llevar a cabo la labor del contador de historias. 

 

Por eso me pareció muy importante la muestra de tradición popular brasilera que trajo al 23 Encuentro de Contadores de Historias y Leyendas la Cia Catirina/Atelie de la palabra.”

Germán Jaramillo Duque – Diretor geral do Encuentro de Contadores de Historias Y Leyendas de Buga, Colombia.

 

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

"En este 23º Encuentro en Buga fue mi primera experiencia como representante de mi país Argentina en participar de un encuentro de contadores de cuentos, leyendas y mitos, siendo que soy músico y no pensé que mi arte podría derrollarlo en ese marco. Sin embargo cuando pude apreciar el trabajo que habia preparado la Delegación de Brasil, con Josy, Julia y Edmar (Cia. Catirina/Ateliê de La Palabra) entendi de que manera se podía trabajar en cuentos y leyendas a través de la musica y el canto. El trabajo y por que no un  verdedero espectaculo ofrecido por la Delegación Brasilera fue contundente por su puesta en escena con instrumentos y vestimentas que hacían a la ocasión, ademas de la prolija interpretación de las canciones y la atrapante y cautivadora manera de contar sus historias tipicas y tradicionales de una parte escondida de ese enorme país que es Brasil. Tambien pude comprender el porque somos hermanos, ya que las historias contadas sobre los indios "cariri" se parecen bastante en las tradiciones de los pueblos originarios de mi Argentina. Tambien me senti representado, cuando la delegacióon brasilera contaba sobre el trabajo que realizaban con las comunidades indigenas, ya que ello demuestra la solvencia para derrollar su arte, haciendo del mismo no solo un espectaculo atractivo sino ademas un aporte social, comunitario, educativo,  y sobre todo cultural.- Por todo ello, me llevé la mejor impresión de estos hermanos brasileros que desplegaron todo su conocimiento musical y narrativo tan ilustrativo como pedagógico, informativo y comunicacional de su tradicion”

GUSTAVO LEGUIZAMON, Chaco – Argentina.



Escrito por Josy Correia às 14h21
[] [envie esta mensagem] []



 

DIÁRIO DE BORDO

 

Último dia de outubro e muita bagagem amontoada entre pequenas coisas “de mão” pessoal e muito material para os espetáculos.

Dormir pouco já era previsto.

Partimos de Fortaleza pela manhã do primeiro dia de novembro, ainda muito cedo.

No extremo oeste do país a cidade de Manaus seria o nosso primeiro destino depois de algumas escalas em cidades do norte brasileiro.

Algumas doses moderadas de espera e estávamos embarcando para Cali com conexão no Panamá.

Tempo passando devagar...

Todos fora da aeronave: deu embarque autorizado. Todos dentro da aeronave: deu embarque cancelado. Juro que me senti num jogo de futebol!

Um entra e sai de gente fadigada e sonolenta. Vôo atrasado.

Começou a dar fome e a Cia. aérea servia aqueles lanches feito baquete-consolador.

Me considero otimista o suficiente para saber que, quando as coisas não vão bem só podem... melhorar! Nelson Rodrigues diria: “batata!”, mas na terra onde nasci dizemos: “na lata!”.

Descobrimos maneiras de burlar o tempo: falando sobre as nossas expectativas do evento, já que estávamos tão perto.

E assim, jogando conversa fora, alguém, até então desconhecido, se aproxima, com aquele charmoso sotaque da língua castelhana: Inês Morales, costa-riquenha de igual destino, o Encuentro de Contadores de Historias Y Leyendas de Buga.

Vôo decidido em pênalti vira o placar para 1 X 0 = autorizado.

A viagem correu tranquila e longa como esperávamos.



Escrito por Josy Correia às 14h20
[] [envie esta mensagem] []



DIÁRIO DE BORDO DA CIA. CATIRINA NO 23° ECUENTRO DE CONTADORES DE HISTORIAS Y LEYENDAS

 

 

Fomos recebidos no aeroporto de Cali pelo simpático motorista da van do evento.

Podemos sentir os ares da movimentada cidade da salsa, antes de chegarmos a pequena e aconchegante Buga.

Cerca de 40 minutos nos separava de nosso destino. Tempo que ia encurtando entre os sorrisos, deslumbramentos e conversas que trocávamos e descobríamos a caminho do hotel, numa via impecavelmente macia e bem sinalizada.

O Hotel Del Peregrino nos recebe imbativelmente sugestivo.

Peregrinos da cultura e da palavra.

Sono misturado com ansiedade até o próximo café da manhã.

Dia Seguinte. Reunião de apresentação do evento.

Clima de camaradagem entre os 11 países de um só continente.

América central e América do Sul:

Américas que têm muita história para contar! E que as contam com a força e a leveza de seu povo cheio de beleza e fé. Distribuição de funções, camisetas e filipetas. Programação acertada.

Para o conceptor do evento, Gérman Camilo Duque, não existe destinção entre um ou outro convidado, pois somos todos estrelas-irmãs de igual valor.

Me identifiquei de cara.

Pensei no nosso encontro de narradores tradicionais que também se propõe a esta troca mutua de vivências entre o saber popular e o contemporâneo.

E iniciamos nossa jornada expressada por um “portunhol” de primeira! Fazia-nos entender por outras traduções físicas, sonoras e afetuosas.

A primeira jornada de integração acontece com o passeio pelo Vale de Cauca. Deslumbrância que cala os especialistas em falar.

 

Hidroelétrica - Vale de Cauca, CO

 

Com honra e prazer imensurável abrimos a noite de abertura, com histórias e canções de nossa cultura oral brasileira.

 

Abertura do evento com a Cia. Catirina no Teatro Hernán Saavedra Racines (Buga)

 

Chamadas, loas, cabaçais, cocos, cirandas: tudo parecia nitidamente claro ao coração de quem ouvia, numa plateia de ouvintes e narradores realmente especiais.

E aí, aconteceu aquele momento mágico quando a gente se sente dentro da atmosfera fabulosa da história doada. Quando a gente se sente dentro da história junto com o público.

Quanto tempo será necessário para construirmos a paz¿ Para identificarmos a nossa força em nosso semelhante¿

Não mais que cinco dias nos foram suficientes para descobrirmos a valorosa semente do bem.

E seguimos “Compartilhando histórias” semeadoras de amizade.

Taí, uma coisa rara que florescia aos montes em nossa fartura ainda tímida.

Um encontro para quem faz o encontro.

A ausência de intenções comerciais fez deste um encontro fraterno, raro e delicado, como se coubesse em pequenos pedaços sobre as palmas de nossas mãos.

Em todos os começos de tarde o “Encontro do Encontro” nos nutria de conhecimento e emoção.

FOTO*

 

Para celebrar o fim do dia que caia ao pôr-do-sol, histórias e lendas servidas em Praças Públicas do centro da cidade num banquete a céu aberto: prato principal do “Histórias para Transeuntes”.

 

FOTO**

 

 

A lua trazia cheiro de “Histórias Tradicionais” em espaços alternativos e bares.

FOTO***

 

 

 

 

 

Jantar a meia-noite, depois da missão cumprida das palavras digeridas.

Descobri as “gaseosas” multicolores.

As cervejas quentes servidas com gelo.

Os desaiunos matutinos a base de muito arroz, carnes, sopas e arepas. Estilo cafezinho “ligth”.

Bananas: fritas, cozidas, conzidas com sopa, assadas, naturais... De variedade tamanha.

FOTO****

 

 

 

FOTO*****

Narrar na quadra de uma escola descoberta com sol-a-pino revelou o fascínio que têm pela força da palavra.

 

FOTO******

 

Se as histórias são para todos então porque não narrar em Praças Públicas de bairros distintos, para além da centralidade urbana¿

Famílias e cadeiras misturadas e a gente feliz.

- “Tenho que fazer isso no Brasil”, pensei.

E desvendei sorrisos e flores saídos das bocas das crianças “cuenteras”...

 



Escrito por Josy Correia às 14h20
[] [envie esta mensagem] []



DIÁRIO DE BORDO DA CIA. CATIRINA NO 23° ECUENTRO DE CONTADORES DE HISTORIAS Y LEYENDAS

 

 “Histórias para Todos” nos levou a narrar em um Shopping Center. E se você considera impossível frear a maior doença do século XXI (consumismo) ou direcionar os olhos atentos nas vitrines para a direção da história contada, teria que ter visto e sentido o respeito daquelas pessoas.

 

FOTO*

 

 

 

E como para tudo que começa há de haver um fim e as nossas “Últimas Histórias” construíram laços eternos. Buga se despede de nós de braços abertos. Tão abertos que até parecia que de lá para cá, uma hora mais bastava para chegar.

 

FOTO**

 

 

Era uma vez uma história.

 

A história de onze países que representaram, além de uma nação, um povo único.

 

Argentina, Brasil, Costa Rica, Cuba, Equador, Guatemala, México, Panamá, Uruguai, Venezuela e Colombia, o nosso encontro eternizado elege uma palavra para significá-lo: amizade.

*FOTO*

 

 

 

Que assim seja!

 Josy Correia

 



Escrito por Josy Correia às 14h17
[] [envie esta mensagem] []



23° Encuentro de Contadores de Historias Y Leyendas de Buga, Colombia

 

 

 



Escrito por Josy Correia às 13h49
[] [envie esta mensagem] []



RELATÓRIO PARA MINISTÉRIO DA CULTURA - EDITAL INTERCÂMBIO E DIFUSÃO CULTURAL 2/2009

 

Vale de Cauca - Colombia

 

A experiência da oralidade tradicional brasileira no 23º Encuentro de Historias Y Leyendas de Buga, Colombia.

 

Cia. Catirina,

Novembro, 2009.

 

 


 

 

 

É com muita satisfação que viemos através deste relatar a experiência da Cia. Catirina de Pesquisa e Produção Ateliê da Palavra no 23º Encuentro de Contadores de Historias Y Leyendas de Buga, Colombia.

 

A Cia., contemplado pelo Edital Intercâmbio e Difusão Cultural 2\2009, representou o país através de sua oralidade tradicional juntamente a mais dez representantes de países da América Central e Latina,


 

 

MATERIAL DE ESTUDO ADQUIRIDO NO EVENTO

Livros:

- QUERELLAS de Maria Auxiliadora Chirinos (Coleccion EL HACHA DE SEDA) – Venezuela

- Antologia de Contos Colombianos I e II

- Cuentos de Tomás Carrasquilla

- “La Increíble y triste historia de La Candida Erendida y su abuela desalmada” de Gabriel Gracía Marquez

- Cien Sonetos de Amor de Pablo Neruda

- Razones para Leer (Daniel Dominguez Z.) e Presencia Del libro (Carlos Fong) – Governo do Panamá

- Mitos e Lendas da Colombia 1 e 2

- Mitos, Lendas e Maravilhas da América

- O Folclore Colombiano

CDS:

- Salsa

- Poemas Latinos

DVDs:

- UniEncuentro

PESQUISAS

- A Oralidade (Tradição Oral) na América Latina

- Contos, mitos e lendas da América Latina

- Tradição Oral da cidade de Buga.

- A ligação das histórias de tradição tradição oral entre países da América Latina

RESULTADOS

- Coleta de histórias

- Intercâmbio de histórias e lendas entre nações da Cultura Oral Latino Americana

- Registro em foto, áudio e vídeo das histórias, contos, mitos e lendas, suas origens e seus narradores.

- Elaboração de Relatório e Diário de Bordo do processo de vivências do evento

- Troca de experiências com os narradores participantes

- Realização de contrapartida através de debate crítico em espaço público\privado gratuitamente, sobre A Arte de Contar Histórias, seu desenvolvimento e retomada no século XXI.

 

TROCA DE EXPERIÊNCIAS (alguns países envolvidos)

 

INTERCÂMBIOS

 

A Cia. Catirina (com sua equipe de artistas-brincantes Edmar Cândido, Júlia Fiuza e Josy Correia) dividiu palco com diversos narradores de quase toda a América Central e Latina e realizou a apresentação coletiva de um trabalho musical-narrativo em parceria com a narradora mexicana Araceli Flores e os músicos-narradores equatorianos Raymond Duque, Patrício Guzmán e Camilo.

México, Costa Rica, Guatemala, Cuba, Panamá, Colombia, Equador, Venezuela,

Argentina, Uruguai e Brasil: 11 países unidos pela força da palavra!

 

 A música brasileira também é bastante apreciada pelos Colombianos e demais povos da latino-américa


 

 

 

 

 

 

O Brasil representado pela Cia. Catirina, se destacou também através da musicalidade e da poética de fruição da palavra cantada.

 



Escrito por Josy Correia às 17h32
[] [envie esta mensagem] []



FABÍOLA COLARES - Escritora capixaba lança livros em Fortaleza:

Fortaleza, ABRIL - 2009

A escritora capixaba Fabíola Colares através do Ateliê da Palavra (Cia. Catirina) lança seus livros em Fortaleza e participa este mês de ABRIL/09 de programas literários nos principais Centros Culturais da cidade, dentre eles:

- Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC)

- Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBN)

- Centro Cultural Bom Jardim (CCBJ)

Além de diversos espaços alternativos onde a escritora irá compartilhar suas histórias e trocar idéias sobre o seu processo de criação.

Obras:

- Linha Tênue: amores diversos (Poesia)

- Diário Erótico: suas histórias pelos meus contos (Contos eróticos)

- A Galinha de Capoeira (Literatura infanto-juvenil)

                  

CONFIRA PROGRAMAÇÂO COMPLETA em:

www.ateliedapalavra.blogspot.com

Narração e performances: Cia. Catirina

Produção local: Josy Correia

(85) 8705.6523 - ciacatirina@hotmail.com

Promoção: ATELIÊ DA PALAVRA



Escrito por Josy Correia às 03h27
[] [envie esta mensagem] []



Instituto Cultural ALETRIA divulga:
30/3/2009 - Cia Catirina homenageia Patativa do Assaré

 

 

Em comemoração ao centenário do grande poeta do povo a Cia. Catirina apresenta o espetáculo Conte lá que eu conto cá, um musical de contos sobre a vida e obra do poeta-passarinho. No palco, recursos cênicos e musicais são utilizados para trazer à tona a atmosfera sertaneja da obra de Patativa. 

No show, Josy Correia e seus músicos intercalam a melodia das rimas embaladas nas canções, cantadas por nomes como Luiz Gonzaga, Fagner, Ednardo e tantos outros, agora mescladas à narração da história de vida de um dos maiores poetas populares de todos os tempos e de seus versos eternizados pela memória de sua gente.  

(...)

Acesse o informativo eletrônico do Instituto Cultural ALETRIA em: www.aletria.com.br

Notícia: http://www.aletria.com.br/noticias_abre.asp?id=1235

Leia mais sobre o Centenário do Patativa: http://www.aletria.com.br/noticias_abre.asp?id=1232


CIA. CATIRINA apresenta:

Conte lá, que eu conto cá...

HOMENAGEM AO CENTENÁRIO DE PATATIVA DO ASSARÉ

AGENDA 2009 - JAN/ABR

31 de janeiro, as 18h.

Palco sob a Passarela do Centro Cultural Dragão do Mar.

Projeto "Mar de palavras, jangada de histórias" coord.: Josy Correia

 

28 de fevereiro, as 18h.

Palco sob a Passarela do Centro Cultural Dragão do Mar.

Projeto "Mar de palavras, jangada de histórias" coord.: Josy Correia

 

07, 14, 21 e 28 de março (sábados), as 18h.

Palco sob a Passarela do Centro Cultural Dragão do Mar.

Projeto "Mar de palavras, jangada de histórias" coord.: Josy Correia

 

04 março, as 18h.

Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza-CE.

 

01, 08, 15, 22 e 29 de março (domingos), as 14h.

Oficina: "Construindo poemas e outras coisas belas e pequenas"

Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza-CE.

 

25 de março, as 16h.

Semana de Artes Cênicas do SESC Ceará

Praça do Ferreira - Fortaleza-CE.

 

25 de março, as 18h.

Centro Cultural Bom Jardim.

 

31 de março, as 17h.

Ateliê da Palavra - Cia. Catirina.

 

04 de abril, as 21h.

Ateliê da Palavra - Cia. Catirina.

 

AGOSTO/2009 - TEMPORADA SP - MG - RJ

(em breve, datas e locais detalhados!)



Escrito por Josy Correia às 01h44
[] [envie esta mensagem] []



CENTENÁRIO DO POETA-PÁSSARO DE ASSARÉ

Antes de dar continuidade a publicação de fotos e diários de bordo das minhas pesquisas, escrevo sobre a experiência emocionante que tive em Assaré.

"Espiando o terreiro, ao lado da doce filha do poeta-passarinho"

 

Conhecendo a família do poeta Patativa mais de perto, durante as comemorações da Festa de seus 99 anos, fui convidada a narrar suas histórias e apresentar em alguns distritos de Assaré o nosso espetáculo "AS CATIRINAS" - Uma comédia tradicional popular (com muito versos e embolada).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A partir deste precioso momento, tive contato próximo com o povo acolhedor de Assaré, e generosa abertura da Secretaria de Cultura local, que colabou bastante com minha pesquisa, nos demais períodos que retornei a cidade a fim de coletar não só histórias de vida de Patativa, como também histórias da região e de seus mestres tradicionais.

Aqui vai uma palhinha...

(A maioria das fotos ficaram em meu antigo laptop e serão publicadas em breve!)

1.  2. 3.

1. Estradinha de terra a caminho do Sítio Santana...

2. Patativa em frente a porta da casa em que nasceu e,

3. Eu, sentada na calçada da mesma casa, em 2008

(Tudinho em Assaré - CE)

Antônio, Inês (filha de Patativa), eu (com macaúba na boca!), e as "meninas" (filhas do casal e netas de Patativa).



Escrito por Josy Correia às 19h35
[] [envie esta mensagem] []



Nossos Mestres...

Aqui vão imagens que "falam mais que mil palavras"...

Momentos especialíssimos em minha vida!

SESSÃO MESTRES NARRADORES - I

Começando por Pedro Honório - meu querido mestre contador de histórias:

 Foto:Júlia Fiuza 

1. Pedro Honório - Contador de causos e histórias tradicionais - Chapada do Araripe - Cariri - 2007

(Sob o pé de oliveira em casa de Pedro Honório, reunião de mestres da palavra, durante o II CORDÃO DE HISTÓRIAS - Encontro de contadores de histórias tradicionais do Ceará.

Realização: Cia. Catirina - Ateliê da Palavra

Concepção\pesquisa\curadoria: Josy Correia

 Foto: Júlia Fiuza

2. Dona Lurdes Honório (irmã de Pedro Honório)

"Em cada linha uma história, marcada na pele - uma grande narradora!"

Acervo pessoal de Josy Correia - Chapada do Araripe - Cariri - 2006\2007

 Foto: Júlia Fiuza

3. Sr. Vicente "da chapada"- tímido Contador de histórias (raro descendente da etnia africana no Cariri)

Acervo pessoal de Josy Correia - Chapada do Araripe - Cariri - 2006\2007



Escrito por Josy Correia às 19h19
[] [envie esta mensagem] []



A partir deste ponto (ACIMA), este blog servirá de Diário de Bordo de minhas andanças em busca de histórias...

Ponto de partida e chegada de minhas descobertas e alumiações.

Sim, porque as histórias e sabenças do povo alumiam a gente.

Dividirei esta experiência que me realiza, compartilhando com vocês, alguns desses causos e histórias tão prazeirosamente ouvidas por mim durante as entrevistas com os Mestres Tradicionais e Narradores Populares. Procurarei familiarizá-los com imagens e vídeos de alguns desses momentos preciosos e cada vez mais raros.

Outras histórias porém nos são tecidas, neste cordão de afetos e palavras.

E a gente se descobre admirador de histórias que nem fosse deitados na grama a observar estrelas...

E a gente descobre lá do fundo da alma, como que sussurrando: "também sou um contador de histórias..."

E não há frio na barriga que mude nossa necessidade humana de se expressar!

E que elas, as histórias, venham com a suave brisa da paz e do amor, sobre os nossos corações.

Josy Correia



Escrito por Josy Correia às 00h33
[] [envie esta mensagem] []



 

O 2º CORDÃO DE HISTÓRIAS

Encontro Bienal de Contadores de Histórias do Ceará - 2007

Aconteceu na região do Cariri, em janeiro de 2007, como resultado da coleta de contos e causos populares na região do Cariri.

Reuniu-se cerca de 10 (dez) grupo tradicionais, entre mestres e narradores tradicionais, além de pesquisadores e afins, numa grande e encantadora roda de histórias, sob o pé de uma enorme oliveira, no alto da Chapada do Araripe, casa de Mestre Pedro Honório.

Revivemos os tempos de roda de histórias nos terreiros sertanejos, ao cair da tarde sob as copas das árvores...

Uma deliciosa troca de saberes, com direito a bolo de milho, grupe, pé-de-moleque, cajuína São Geraldo (típica da região) e muita animação com a apresentação dos grupos de reisado de Mestre Chico e Mestre Aldenir, Seu Antônio da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, Dona Edite e o Côco de mulheres da Batateira, o músico Lifanco, Mestra Zulene Galdino, os narradores fantásticos: Pedro Honório e sua irmã D. Lurdes Honório, Seu Vicente, repentistas que apareceram de repente e muita tradição!!! 

Nossos agradecimentos a todos que participaram e contribuiram para esta deliciosa festa da palavra, especialmente a Lifanco e família, nosso braço direito nessa empreitada, sempre grata!

No mais, 2009 chega com um gosto caseiro de histórias no ar... Notícias em breve sobre a 3a. edição do evento.

 Arte: Renata Damus / Ilustração: Zé Fiuza

 

O CORDÃO DE HISTÓRIAS é um encontro BIENAL de contadores de histórias que acontece desde 2005 no Ceará, entre as cidades de Fortaleza e Cariri. Seu foco principal é na oralidade tradicional, nos causos, contos e narradores populares. É o resultado das pesquisas de sua idealizadora Josy Correia, por todo o estado do Ceará, desde 2004.

Concebido e realizado por Josy Correia e a Cia. Catirina - Ateliê da Palavra, o encontro preserva as tradições orais também através dos Mestres da Cultura Popular e recolhe histórias que partem da memória oral dos mestres, além de suas histórias de vida, traçando deste modo, um conteúdo valoroso a pesquisa ciêntífica, pelo registro e mapeamento da área no estado.

Maiores informações: ciacatirina@hotmail.com



Escrito por Josy Correia às 00h21
[] [envie esta mensagem] []



 

AS CATIRINAS - Uma comédia tradicional popular! - Cia. Catirina

   

TEATRO DE RUA, EMBOLADAS, CORDEL E MUITA DESCONTRAÇÃO!

acesse: www.ascatirinas.nafoto.net

 



Escrito por Josy Correia às 23h54
[] [envie esta mensagem] []



Bienal Internacional do Livro de Fortaleza & Encontro Internacional de Contadores de Histórias do Ceará - 2006

Curadoria: Almir Mota

 

NA FOTO: Júlia Barros, Zé Boca, Fabiano Moraes, Rogério Andrade Barbosa, Almir Mota, Josy Correia, Gorete Albuquerque e Júlia Fiuza.



Escrito por Josy Correia às 23h34
[] [envie esta mensagem] []



 

Cartaz do espetáculo musical de contos para crianças: "Cantigas Contadas", em cartaz desde 2004.



Escrito por Josy Correia às 23h27
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]